O Livro de Julieta – El libro de Julieta
Autora: Cristina Sánchez-Andrade
Editora: Paralela
Páginas: 149

  Sinopse: Um biquíni novo da Hello Kitty, um passeio de mãos dadas com os irmãos, uma piscina de bolinhas, a chuva, a rotina... Para Julieta, a felicidade é isso. Já para sua mãe, a jornalista espanhola Cristina Sánchez-Andrade, a felicidade é algo um pouco mais complicado, principalmente depois que sua filha foi diagnosticada com síndrome de Down. “Ela vai te fazer companhia a vida inteira”, “É um presente de Deus”, “Você é forte, vai superar” – é tudo o que tem ouvido desde então.
  Numa sucessão de memórias, bilhetes, cartas, diálogos, sonhos e impressões, este livro narra a história real de Cristina e sua filha. É uma história de atividades, de trabalho, de constância, de cobrança, de médicos. Mas é também uma história de amor, de carinho, de brincadeiras, de beijos e de cócegas. É a história de uma criança especial, mas é também a história do cotidiano de uma família, em que desaponta uma protagonista cativante.
  Julieta é uma exímia imitadora, tem medo de guarda-chuvas abertos, admira a irmã mais nova e tem um relacionamento muito próximo com o pai. É impossível não amá-la, mas, às vezes, quando ela insiste em fazer xixi nas calças todos os dias ou toma detergente, é impossível não perder a paciência.


RESENHA:
“Entro em casa e encontro Julieta dançando na sala com o DVD do Cantajuegos. Ela está com uma calcinha (minha) na cabeça, uma luva de lã e os óculos de natação.”
   Comprei o livro em uma daquelas promoções malucas e absurdas que o Submarino fazia a algum tempo atrás, 5 livros por 50, 3 por 30, livros realmente bons por 4,99 e 9,99... Fui pela capa e pelo nome (admito) e nem li a sinopse. Vi um Julieta, tudo em cor-de-rosa, logo pensei em algo relacionado à você-sabe-quem (não, não é o Voldemort).


  Então ele chegou na minha casa junto com uma pilha de outros títulos aleatórios, e quando li o trecho colocado acima e que vem na contracapa, fui atrás da sinopse nas orelhas e logo estava terminando o livro.
   Foi uma surpresa deliciosa.
   Julieta traz aquela energia que você gostaria de ter no seu dia a dia, a coragem de falar algumas coisas que apenas crianças possuem, e toda a doçura de um ser humano normal-especial.
   O livro que retrata uma história real, da própria filha da autora, nos fala o tempo todo e nos lembra do quão iguais nós somos. Um portador de síndrome de Down não tem uma doença contagiosa para que tenha medo de tocá-lo, ele raciocina assim como você então pode falar com ele em um tom de voz normal e não como se estivesse conversando com um bebê.
   Deixo aqui registrado também que particularmente, foi um tapa na cara bem dado em mim mesma. Tenho um primo pequeno com a síndrome e mesmo com tanta informação e instrução hoje em dia, percebi que no final não sabia nada.
   O livro é todo descrito e narrado com passagens e lembranças de acordo com suas datas, como um diário. Existem páginas com 5 linhas escritas, existem outras completamente cheias e que vão seguindo adiante. Dou crédito em sua leitura doce e fácil à isso. Quando você se dá conta, já foi metade do livro em meio à sorrisos e lágrimas que brotam junto com as angústias da mãe.
   Recomendo essa leitura para todos que me pedem algo novo, algo diferente (acrescento aqui um “intenso”). Você vai se apaixonar por Julieta, pelo sanuíche, por seu passeio pela casa quando acorda e todas as outras histórias que vão te arrancar suspiros, sorrisos e boas risadas.



 


   Até a próxima resenha!



4 Comentários

  1. Encantador! Me deixou com aquela enorme vontade de ler *-*

    ResponderExcluir
  2. Que postagem sobre livros diferente. Gostei muito. Cheia de fotos...rsrs. O livro parece ser uma doçura. Tu escreve bem, Bruna.;). Curti !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosto de colocar as fotos porque assim a pessoa fica com mais vontade ainda de ler! xD
      As vezes apenas palavras não conseguem expressar o suficiente, então as fotos são necessárias.

      Obrigada! Tenho um jeito doidinho, mas acho que torta tudo diferente o/

      Excluir